Quantidade de Páginas visitadas

PARANÁ LANÇA APP PARA ESCOLAS DA REDE ESTADUAL


Assessoria de Comunicação/Seed



As 2,1 mil escolas da rede estadual de ensino ganharam nessa sexta-feira (11) uma ferramenta que vai aproximar a comunidade do cotidiano escolar de mais de um milhão de estudantes. É o aplicativo Escola Paraná para consultas e acompanhamento escolar, que foi lançado pelo Governador e a Secretária de Estado da Educação.



Pelo smartphone, estudantes, pais e familiares poderão fazer consulta de notas, grade de aulas, eventos escolares (jogos, palestras, reuniões) e até interação com professores e colegas, via mensagens. A novidade foi desenvolvida pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar) e já está disponível para sistemas Android e iOS.



Esse aplicativo ajuda na interação entre os estudantes, vai melhorar o aprendizado e ajudará de todas as formas a rotina escolar. E também os pais poderão acompanhar mais de perto o desenvolvimento e o desempenho de seus filhos.



COMUNIDADE –
De acordo com a Secretaria de Estado da Educação, o aplicativo, além de facilitar e agilizar o acesso de alunos e suas famílias ao cotidiano escolar, tem como objetivo de aumentar a participação dos pais e responsáveis na vida escolar. A participação e o envolvimento da comunidade na vida escolar é fundamental para o bom desempenho dos nossos estudantes e consequente melhoria dos índices educacionais.



BOLETINS - Uma das opções para os pais é acessar os boletins e as datas de provas dos filhos, por exemplo. Assim os pais podem acompanhar o rendimento e monitorar a rotina de estudos dos seus filhos. Lembrando que a Secretaria da Educação disponibiliza conteúdos em seu site também, o que ajuda na preparação para os exames.



INTERAÇÃO – O objetivo é um novo canal de comunicação entre a escola, o estudante e as famílias. Esse canal permitirá que seja estabelecida esta convivência, permitindo o acompanhamento do trabalho diário na escola. A Celepar, irá realizar essa evolução em todos os serviços públicos do Paraná.



PRÁTICO - Para acessar o aplicativo, basta entrar com o número da matrícula (estudantes) ou CPF (caso dos pais ou responsáveis). Na plataforma é possível fazer consultas de notas, calendário de avaliações, entrega de trabalhos, eventos da unidade (jogos, reuniões da APMF).



Os pais ou responsáveis podem fazer o acompanhando do desempenho do aluno por matérias e períodos, acessar a resumos dos horários de aulas, além de consultar quais matérias e até professores o aluno terá no dia.



Obs.: Para ter acesso aos dados, no aplicativo, é necessário atualizar no SERE (Secretaria) o número do celular do aluno, o número do celular do responsável e o número do CPF do responsável pelo aluno na escola. O primeiro acesso, após atualização de dados na secretaria da escola, só será possível um dia após a solicitação no próprio aplicativo.



CLIQUE NA IMAGEM PARA BAIXAR O APP ATRAVÉS DO GOOGLE PLAY.








Fonte: www.educacao.pr.gov.br. Acessado em 17/08/2017.
REUNIÃO PEDAGÓGICA 2017 - 1

REUNIÃO PEDAGÓGICA 2017 - 1



          No dia 25 de março de 2017, as oito horas da manhã, reuniram-se no Colégio, direção, equipe pedagógica, coordenadores de cursos, professores e funcionários para a Reunião Pedagógica, conforme calendário escolar. O objetivo desta reunião é o planejamento do ano letivo. A direção informou a todos sobre o início de Cursos do PRONATEC – Assistente Administrativo e Operador de Computador que acontecerá no dia 03 de abril e, também, que ainda está previsto a abertura das turmas de Sala de Apoio. A direção comentou e explicou sobre as legendas das atividades descritas no calendário. Disse sobre a Importância da Feira das Profissões que ocorrerá no terceiro trimestre letivo (data a definir) e pediu o apoio de todos os educadores para que a mesma continue sendo um sucesso frente a nossa cidade. Informou também que o Laboratório de Informática está disponível para todos os professores desenvolverem suas atividades pedagógicas com os alunos desde que verifiquem a agenda das aulas do Curso de Informática no período da manhã em especial e o professor de Informática explicou a maneira correta de se utilizar este recurso para que o mesmo tenha vida longa. A festa Junina ficou decidido que ocorrerá nos dias 9 e 10 de junho. Já a festa Primavera, ocorrerá no dia 11 de outubro. Logo após a pedagoga falou da importância de se atualizar diariamente o Registro de Classe Online – RCO para que o fechamento dos trimestres e anual ocorra com êxito. Foi também acordado sobre as apresentações mensais de atividades que envolvam os alunos, tanto da Educação Profissional quanto os do Ensino Fundamental a partir de abril até novembro.


 

ENVIO DO PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2017

ATENÇÃO PROFESSORES



Os PTDs devem ser encaminhados, conforme orientação, para o e-mail da equipe pedagógica e não no e-mail da escola.


1 - Os PTDs dos turnos matutino e vespertino deverão ser encaminhados para o e-mail equipepedagogicasalcedo@gmail.com

2 - Quanto aos PTDs do período noturno, estes deverão ser encaminhados para o e-mail fatygaldino@hotmail.com



Obrigado e grande abraço a todos!


by Salcedo

AVALIAÇÃO DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO

Avaliação da Instituição de Ensino


A Avaliação da Instituição de Ensino ocorreu no final de 2016 e inicio de 2017. Contou com a participação de alunos, de pais de alunos, direção, equipe pedagógica, coordenação de cursos e de professores. Esta avaliação ocorreu por motivo do processo de Renovação de Reconhecimento do Curso Técnico Informática Subsequente ao Ensino Médio. Segue os resultados abaixo:

1. Alunos para com os professores

2. Pais e Alunos para com a escola

3. Direção, Equipe Pedagógica e Coordenação de Cursos para com os professores

4. Professores para com a escola

by SALCEDO
AVALIAÇÃO DO CURSO TÉCNICO INFORMÁTICA SUBSEQUENTE

Curso Técnico em Informática - Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação, Subsequente ao Ensino Médio!





A Avaliação do Curso Técnico em Informática Subsequente ao Ensino Médio ocorreu no final de 2016 e inicio de 2017. Contou com a participação de alunos, de pais de alunos, de membros do conselho escolar e de professores. Esta avaliação ocorreu por motivo do processo de Renovação de Reconhecimento deste Curso Técnico. Segue os resultados abaixo:

1. Alunos

2. Conselho Escolar e Pais de Alunos

3. Professores



by SALCEDO

SEMANA PEDAGÓGICA - FEVEREIRO DE 2017
A Semana Pedagógica do primeiro semestre de 2017 será realizada em cada instituição de ensino e ocorrerá em dois dias, 13 e 14 de fevereiro. A Semana Pedagógica do 1º Semestre deste ano tem como objetivos: avaliar o Plano de Ação da Escola, elaborar as proposições para o Ano Letivo de 2017 e refletir acerca do Plano de Trabalho Docente.

Veja algumas fotos da Semana Pedagógica Etapa I - 2017.




Clique na imagem para acessar a avaliação da Semana Pedagógica Etapa I - 2017.


 

DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Dia Nacional da Consciência Negra







O Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, foi instituído oficialmente pela lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. A data faz referência à morte de Zumbi, o então líder do Quilombo dos Palmares – situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco, na região Nordeste do Brasil. Zumbi foi morto em 1695, na referida data, por bandeirantes liderados por Domingos Jorge Velho. Maiores informações podem ser consultadas no texto História do Quilombo de Palmares.

A data de sua morte, descoberta por historiadores no início da década de 1970, motivou membros do Movimento Negro Unificado contra a Discriminação Racial, em um congresso realizado em 1978, no contexto da Ditadura Militar Brasileira, a elegerem a figura de Zumbi como um símbolo da luta e resistência dos negros escravizados no Brasil, bem como da luta por direitos que seus descendentes reivindicam.

Com a redemocratização do Brasil e a promulgação da Constituição de 1988, vários segmentos da sociedade, inclusive os movimentos sociais, como o Movimento Negro, obtiveram maior espaço no âmbito das discussões e decisões políticas. A lei de preconceito de raça ou cor (nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989) e leis como a de cotas raciais, no âmbito da educação superior, e, especificamente na área da educação básica, a lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que instituiu a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Afro-brasileira, são exemplos de legislações que preveem certa reparação aos danos sofridos pela população negra na história do Brasil.

A figura de Zumbi dos Palmares é especialmente reivindicada pelo movimento negro como símbolo de todas essas conquistas, tanto que a lei que instituiu o dia da Consciência Negra foi também fruto dessa reivindicação. O nome de Zumbi, inclusive, é sugerido nas Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana como personalidade a ser abordada nas aulas de ensino básico como exemplo da luta dos negros no Brasil. Essa sugestão orienta-se por uma das determinações da lei Nº 10.639, que diz no Art. 26-A, parágrafo 1º: “O conteúdo programático a que se refere o caput deste artigo incluirá o estudo da História da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil.”

A despeito da comemoração do Dia da Consciência Negra ser no dia da morte de Zumbi e do que essa figura histórica representa enquanto símbolo para movimentos sociais, como o Movimento Negro, há muita polêmica no âmbito acadêmico em torno da imagem de Zumbi e da própria história do Quilombo dos Palmares. As primeiras obras que abordaram esse acontecimento histórico, como as de Edison Carneiro (O Quilombo dos Palmares, Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 3a ed., 1966), de Eduardo Fonseca Jr. (Zumbi dos Palmares, A História do Brasil que não foi Contada. Rio de Janeiro: Soc. Yorubana Teológica de Cultura Afro-Brasileira, 1988) e de Décio Freitas (Palmares, a guerra dos escravos. Porto Alegre: Movimento, 1973), abriram caminho para a compreensão da história da fundação, apogeu e queda do Quilombo dos Palmares, mas, em certa medida, deram espaço para o uso político da figura de Zumbi, o que, segundo outros historiadores que revisaram esse acontecimento, pode ter sido prejudicial para a veracidade dos fatos.

Um dos principais historiadores que estudam e revisam a história do Quilombo dos Palmares atualmente é Flávio dos Santos Gomes, cuja principal obra é De olho em Zumbi dos Palmares: História, símbolos e memória social (São Paulo: Claro Enigma, 2011). Flávio Gomes procurou, nessa obra, realizar não apenas uma revisão dos fatos a partir do contato direto com as fontes do século XVI e XVII, mas também analisar o uso político da imagem de Zumbi. Segundo esse autor, o tio de Zumbi, Ganga Zumba, que chefiou o quilombo e, inclusive, firmou tratados de paz com as autoridades locais, acabou tendo sua imagem diminuída e pouco conhecida em razão da escolha ideológica de Zumbi como símbolo de luta dos negros.

Além dessa polêmica, há também o problema referente à própria estrutura e proposta de resistência dos quilombos no período colonial. Historiadores como José Murilo de Carvalho acentuam que grandes quilombos, como o de Palmares, não tinham o objetivo estrito de apartar-se completamente da sociedade escravocrata, tendo o próprio Quilombo dos Palmares participado do tráfico e do uso de escravos. Diz ele, na obra Cidadania no Brasil: “Os quilombos que sobreviviam mais tempo acabavam mantendo relações com a sociedade que os cercava, e esta sociedade era escravista. No próprio quilombo dos Palmares havia escravos”. (CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil. O longo Caminho. 3ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. p. 48).

As polêmicas partem de indagações como: “Se Zumbi, que foi líder do Quilombo de Palmares, possuía escravos negros, a noção de luta por liberdade nesse contexto era bem específica e não pode colocá-lo como símbolo de resistência contra a escravidão”. A própria história da África e do tráfico negreiro transatlântico revela que grande parte dos escravos que a coroa portuguesa trazia para o Brasil Colônia era comprada dos próprios reinos africanos que capturavam membros de reinos ou tribos rivais e vendiam-nos aos europeus. Essa prática também ressoou, como atestam alguns historiadores, em dada medida, nos quilombos brasileiros.

Nesse sentido, a complexidade dos fatos históricos nem sempre pode adequar-se a anseios políticos. Os estudos históricos precisam dar conta dessa complexidade e fornecer elementos para compreender o passado e sua relação com o presente. Entretanto, esse processo precisa ser cuidadoso. O uso de datas comemorativas como marcos de memória suscita esse tipo de polêmica, que deve ser pensada e discutida criteriosamente, sem prejuízo nem das reivindicações sociais e, tampouco, da veracidade dos fatos.



Fonte: brasilescola.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-nacional-da-consciencia-negra.htm. Acessado em 15/11/2016 às 09:32.


III Feira Profissional Técnica




MATRÍCULAS ABERTAS 2017
O Colégio Salcedo comunica a Comunidade que estão abertas as inscrições de matrículas ao Curso Técnico de Técnico em Informática, tanto na forma Integrada como na forma Subsequente. São cursos gratuitos.

Aproveitem e venham fazer matrícula no Colégio para conquistarem um Diploma de Nível Técnico que certamente fará diferença em sua carreira profissional.










Documentos necessários:


- Cópia da Certidão de Nascimento e ou Casamento;

- Cópia do RG e do CPF;

- 01 Foto 3x4;

- Cópia do RG e do CPF do pai e da mãe;

- Cópia do Talão de Luz* (COPEL) com o endereço atualizado (mês de setembro e/ou outubro).



*Caso o Talão da Luz não esteja no nome do pai/mãe/responsável legal, trazer junto uma cópia de outro comprovante (conta de água; telefone; internet; etc) que confirme o endereço.



Vagas Limitadas!

Curso Gratuito com Diploma Técnico.

APROVEITEM!!!!!


MATRÍCULAS ABERTAS 2016






Matrículas abertas aos alunos do último ano do Ensino Médio e para quem já terminou os estudos.

Documentos necessários:

- Cópia da Certidão de Nascimento e ou Casamento;

- Cópia do RG e do CPF;

- 01 Foto 3x4;

- Cópia dos RGs dos pais e/ou responsáveis;

- Cópia do Talão de Luz* (COPEL) com o endereço atualizado (mês de agosto e/ou setembro).



*Caso o Talão da Luz não esteja no nome do pai/mãe/responsável legal, trazer junto uma cópia de outro comprovante (conta de água; telefone; internet; etc) que confirme o endereço.



Vagas Limitadas!


Curso Gratuito com Certificado de Qualificação Profissional.


APROVEITEM!!!!!


FESTA PRIMAVERA 2016




MAIO AMARELO

Maio Amarelo



Com o intuito de objetivar os centros das atenções dos alunos e cidadãos, a Campanha Maio Amarelo tem como objetivo chamar atenção para os altos índices de mortalidade e feridos em todo mundo.

Para reforçar a conscientização pela vida e o amor ao próximo a professora Simoni Stivan, da disciplina de Língua Portuguesa, com o apoio da Equipe Pedagógica realizou debates com troca de ideias sobre a campanha, distribuiu lacinhos amarelos, confeccionou cartazes com regras de transito e uma redação dissertativa com o tema: “Atenção pela Vida”.

Os alunos mais uma vez tiveram a oportunidade de refletirem sobre direitos e deveres dos cidadãos no transito e levaram consigo a Mensagem do Maio Amarelo de pedestres conscientes e, consequentemente, futuros motoristas responsáveis.








Programa Brigada Escolar - Exercício do Plano de Abandono no Colégio Salcedo - Clique Aqui


Brigadas Escolares



O programa Estadual “Brigadas Escolares” – Defesa Civil na Escola, que iniciou em 2012, onde todas as escolas da rede estadual do Paraná estão em formação de Brigadas Escolares, entra na fase de execução dos exercício dos Planos de Abandono.

Este programa é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Segurança Pública, Secretaria de Estado da Educação, Coordenadoria Estadual de Defesa Civil/Casa Militar e Superintendência de Desenvolvimento Educacional, tendo como objetivo a formação e capacitação dos profissionais da educação a atuarem quando necessários, no pré-atendimento em situações de emergência dentro do ambiente escolar.

No dia 10 de junho de 2016, os Brigadistas deste colégio, colocaram em prática o seu exercício de Plano de Abandono. Este simulado contou com a participação dos alunos (matutino, vespertino e noturno), funcionários e professores.


SEMANA DOS JOGOS ESCOLARES

         Exposição, no mural do colégio,  dos alunos do Ensino Fundamental (matutino/vespertino) e da Educação Profissional - Técnico em Informática (matutino) referente à Semana dos Jogos Escolares 2016 - Fase Regional, da disciplina de Educação Física sob a supervisão da professora Noêmia Barbosa de Oliveira.







SEMANA DO MEIO AMBIENTE

Meio Ambiente


O Meio Ambiente é tudo que vemos, ouvimos, sentimos, tudo aquilo que está em nossa volta.

Realizamos nessa Semana do Meio Ambiente no CEPMACS, com a colaboração da Equipe Pedagógica e a Professora de Língua Portuguesa, um momento de Olhar para o futuro do nosso Planeta Terra, com o objetivo de conscientizar sobre o lixo, a falta de água, doenças, poluição, agrotóxicos e inúmeros fatores pelo descaso com o meio ambiente. Pois preservá-lo é qualidade de vida a todos nós.

Foi realizado reflexão e oratória ao ar livre junto às árvores e uma redação dissertativa sobre como podemos ajudar nosso planeta.

Concluindo com cartazes no mural, certificado como alunos cidadãos de boas atitudes, respeito, flexibilidade, equilíbrio, educação e cultura.

Pois o nosso Meio Ambiente pede socorro.

























Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito